O sepultamento do guerreiro Hudson Danilo Lima de Souza, 26, acontece longo mais, a partir das 15 horas em Apodi, RN, terra natal do companheiro. Aos familiares, parentes e amigos nossos sinceros pêsames pela perca tão precoce e de forma tão violenta . A diretoria da APS está a caminho de Apodi para se solidarizar neste momento de dor.
O soldado Hudson era lotado no destacamento de Jaguaretama, ha 239 quilômetros de Fortaleza quando, na noite do dia 7 de janeiro, ele se dirigiu com a equipe para atender a uma ocorrência de roubo a uma fazenda. Ao chegarem no local, foram recebidos à bala. Um dos tiros infelizmente atingiu o olho do soldado, que foi prontamente socorrido pelos colegas e encaminhado de helicóptero da Ciopaer, realizou procedimentos no IJF mas não resistiu, falecendo no último sábado.
Mesmo sendo atingido em serviço e, apesar dos esforços das equipes, levou-se horas para transferir o guerreiro para uma UTI no IJF, um descaso com quem arrisca sua vida em um Estado com números de violência que superam guerras civis.
Hudson havia casado em outubro último. Esperamos que este 2016 que se inicia não seja tão violento quanto foi o ano passado, com a morte de 14 policiais militares e civis e que menos mães e esposas/maridos chorem a partida precoce de seus filhos.
A Polícia já deu resposta, capturando dois acusados da morte do soldado Hudson, tendo sido preso Raimundo Nonato Martins, em Solonópole. Não descansaremos até todos serem encontrados.
Descanse em paz, Hudson.

Deixe seu comentário