Após o crime de latrocínio que vitimou um comerciante português, no bairro Montese, em Fortaleza (CE), um policial militar, de folga e sozinho, prendeu dois suspeitos de serem os assassinos. Nesta terça (18/10), o sargento Polícia Militar Oliveira perseguiu e trocou tiros com o casal, entre os bairros Conjunto Esperança e Aracapé, na zona Sul da Capital.

Os acusados tentaram ainda se evadir, mas acabaram cercados no quintal de uma residência. Os dois suspeitos foram presos ainda com uma arma de fogo, que pode ser a mesma utilizada no assalto que terminou a morte do comerciante português Nuno Antônio Portugal Torres, 39 anos. O crime foi filmado pelas câmeras da loja da vítima, localizada na Rua Euzébio de Queirós. Os suspeitos foram levados para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Crime

Na tarde desta segunda (17), um casal entrou na loja de um português no bairro Montese, para supostamente comprar relógios importados que a vítima vendia. Em meio à venda, o homem sacou um revólver e ao tentar render Nuno, este reagiu. Em meio à luta corporal, o assaltante disparou vários tiros, matando o estrangeiro. Dois funcionários da loja ainda tentaram intervir, mas foram ameaçados de morte e um deles levou um tiro no pé. O casal fugiu levando os produtos da loja.

Deixe seu comentário