Após o aumento do número de homicídios, a degradante situação das delegacias, a falta de efetivo, os problemas causados pelas novas viaturas, que não possuem condições de suportar o trabalho policial, agora as antigas viaturas da Polícia Militar de Canindé voltam a ser notícia, pelo simples fato de estarem esquecidas e em péssimo estado. 

Para não ficar sem viaturas, o município recebeu veículos emprestados da Região de Baturité e Caridade. Se não fosse esse empréstimo estaria totalmente desamparado. Os veículos estão provocando riscos ergonômicos, que são circunstâncias de trabalho que causam desconforto e incomodo no trabalhador. Além disso, os veículos estão com problemas de falta de freio, aumentando o risco de acidente.

Percebemos que a Segurança Pública em todo o estado está precária e que a falta de respeito para com a vida dos profissionais só cresce e só tende a crescer. Não podemos cruzar os braços diante de tamanho descaso. Diariamente, a Associação dos Profissionais da Segurança (APS) recebe diversas denúncias sobre as péssimas condições de trabalho dos profissionais. Enquanto isso, o governo só dá mais espaço para que as facções criminosas se organizem melhor!

Deixe seu comentário