Até o mês de setembro desse ano, mais de 400 agentes de segurança foram assassinados no Brasil. Tendo isso em vista, o deputado federal Cabo Sabino (PR/CE) solicitou a visita da Comissão Externa da Câmara Federal, em Fortaleza. A Comissão vai vir na cidade no próximo dia 5 de outubro, para estudar o aumento do número de assassinatos dos profissionais da Segurança Pública e debater os altos índices do Estado.

A Comissão se reunirá com o secretário de Segurança Pública, André Costa e demais  forças de segurança, para debater os números no Ceará, em uma reunião fechada. No mesmo dia ocorrerá uma audiência pública, na Assembleia Legislativa, para debater e diagnosticar as causas junto com as entidades e agentes de segurança do Ceará.

“Temos solicitados dados estatísticos a todos as secretarias de segurança pública do Brasil. Dados como o número de assassinatos, policiais que ficaram feridos, policiais que ficaram com sequelas permanentes, que sofreram atentados em serviços e de folga. Número de policiais que fazem trabalho velado, investigações, que estavam chegando ou saindo de casa. Tudo isso, é para que possamos fazer um raio x sobre as principais causas e motivos do elevado número de mortes, assim como as reais circunstâncias que esses profissionais estão sendo vítimas de tantos atentados no Brasil”, enfatiza o deputado federal Cabo Sabino, autor do requerimento na Câmara Federal tanto para a criação da Comissão, bem como visita aos estados para debater a problemática.

Deixe seu comentário