O deputado estadual Capitão Wagner (PR), teve projeto de indicação aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (ALCE), na última quinta-feira (23). O projeto prevê a reversão de Policiais Militares da Reserva Remunerada ao Serviço Ativo, no qual exercerão funções de natureza burocrática até completarem a idade limite da compulsória. 
A indicação do parlamentar é de alterar a Lei nº 12.098, de 05 de maio de 1993, pela Lei nº 12.656 de 26 de dezembro de 1996, que autoriza a reversão do militar estadual para exercer funções burocráticas, como: segurança escolar, atividade de ensino ou instrução militar e de segurança patrimonial em prédios do Estado e de entes da Administração Pública Estadual. No entanto, o artigo 1º prevê que o militar pode permanecer no máximo dois anos no Batalhão Patrimonial. Assim sendo, Capitão Wagner propõe que o serviço ativo seja garantido a até que os profissionais completem a idade limite da compulsória. 
Como foi aprovada na Assembleia Legislativa pelos deputados, o projeto agora é encaminhado para liberação do Governo do Estado. A Associação dos Profissionais da Segurança (APS) apoia a aprovação da indicação, já que esta visa a maior permanência da atividade dos profissionais, além de manter próximo a corporação aqueles que, por tanto tempo, prestaram e ainda prestam serviços de qualidade. Ninguém melhor do que eles para ensinar aos novos policiais o encanto e as dificuldades que a profissão oferece.

LEIA TAMBÉM NOTA DE REPÚDIO: PRISÃO E A TRANSFERÊNCIA DOS POLICIAIS MILITARES DE ALAGOAS

LEIA TAMBÉM APS VISITA PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA EM MARACANAÚ

LEIA TAMBÉM APS PARTICIPA DE CAFÉ DA MANHÃ EM APOIO A ADOÇÃO DO CICLO COMPLETO DE POLÍCIA

Deixe seu comentário