Na última segunda-feira (16), o presidente da Comissão Externa da Câmara Federal destinada a estudar as causas dos altos índices de morte dos profissionais da Segurança Pública no Brasil, deputado federal Cabo Sabino (PR/CE), esteve reunido com o presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Gleydson Pontes, em que, na oportunidade, propôs a criação de uma Vara Específica, para apurar e processar crimes contra os agentes de segurança do Ceará.

Segundo Sabino, a criação de uma Vara Específica ou Especializada possibilitará celeridade nos julgamentos. “Hoje, no Estado, já existe uma delegacia especializada que consegue solucionar 85% dos crimes, além do programa Tempo de Justiça, que já é uma ação do Ministério Público, que tem acarretado na celeridade das investigações. Com uma Vara Específica ou Especializada, vamos ter de forma enérgica, agilidade desde o inicio da identificação dos delitos até o julgamento, fazendo com que resulte em uma inibição desses crimes”, explica.

O presidente do Tribunal de Justiça se comprometeu em estudar a criação de uma Vara Específica, para isso, requereu um levantamento sobre o número de crimes cometidos contra os profissionais de segurança pública no Ceará. O desembargador Gleydson Pontes se comprometeu em contribuir no que for possível para possibilitar celeridade nos julgamentos. “O Brasil se perdeu no tempo. É preciso vontade política para combater a criminalidade. É preciso uma união de esforços, sem bandeira partidária. É preciso investir principalmente em educação, tecnologia e inteligência “, pontuou o desembargador.

Deixe seu comentário