As associações militares uniram força para solicitar apoio de parlamentares estaduais na luta contra a ação do Ministério Público (MPCE), que pode culminar no encerramento da prestação de serviços e da representatividade realizada pelas entidades em prol dos agentes de segurança.

A Associação dos profissionais de Segurança (APS), a Associação dos Cabos e Soldados (ACS), Associação de Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (ASPRAMECE) e a Associação dos Oficiais (ASSOF), reuniram-se, na manhã desta quarta-feira (1°), na Assembleia Legislativa (ALCE), com a intenção de mobilizar os deputados sobre uma ação civil pública do MPCE em desfavor destas associações e ação penal contra os presidentes.

A ideia de todas as associações é visitar, pessoalmente, o gabinete de cada deputado estadual e assim apresentar a real situação destas entidades, que já conseguiram vencer várias lutas a favor dos profissionais da segurança pública. Caso ocorra o encerramento das atividades muitos serão prejudicados, principalmente o militar que vai ficar desamparado, desmotivado e inseguro!

Deixe seu comentário