Os alunos do curso de formação que se filiaram à Associação dos Profissionais da Segurança (APS) conseguiram perceber quão ativo e atuante é o setor jurídico da entidade. Além de todas as orientações jurídicas acerca de qualquer demanda que eles venham a ter, principalmente voltadas ao curso de formação, o setor fez 18 defesas para a turma, relacionadas à investigação social e teve êxito em 95%. Já na T2 fez 23 defesas, aguardando parecer da Coordenadoria de Inteligência. “Além da APS, no Ceará não tem nenhum escritório, que tenha tantas vitórias em relação a esses recursos, haja vista termos especialistas na área”, afirmou o coordenador jurídico APS, Victor Torres. 

Então, os alunos que se associarem a APS e precisarem de defesa em qualquer questão judicial e administrativa, incluindo a eliminação do curso de formação, podem contar com o setor jurídico que buscará uma forma cabível de solucionar a causa. Para tanto, a APS também está disponível para os alunos que tiverem dúvidas sobre o preenchimento correto da ficha de informações confidenciais, pois muitos estão sendo prejudicados por falhas no preenchimento.

Deixe seu comentário