Mostrando mais uma vez rapidez e qualidade em sua atuação, o setor Jurídico da Associação dos Profissionais da Segurança (APS) conseguiu, na quarta-feira (10), em menos de quatro horas, ganho de causa para quatro associados que estavam com seus filhos disputando vagas no Colégio da Polícia Militar do Estado do Ceará.

Infelizmente no ingresso dos alunos deste ano, devido a aumento da demanda, houve a contratação de uma empresa do Pará, que não tem representatividade no Ceará, para a realização do concurso. A desorganização foi tão grande que filhos de policiais militares, civis e bombeiros ficaram fora da lista dos dependentes.

A APS conseguiu quatro liminares para que crianças que sonham em estudar no Colégio da Polícia, aprovadas na seleção e que são dependentes, possam ter acesso à escola. Elas terão agora acesso a matricula na instituição de ensino. Nossos advogados desde o início do concurso recebem reclamação dos pais devido à realização desorganizada.

Somos competência, ação e vontade que a justiça real seja feita!

Assista declaração do Capitão Wagner sobre o assunto:

Deixe seu comentário